A Montanha

O homem que remove montanhas sempre começa a caminhada retirando as pequenas pedras do caminho. É uma construção diária de força, de foco e de fé nos objetivos. É movimento constante e disciplinado.
Não se nasce gigante, forte, preparado. É preciso ensaio, desenvolvimento e muita persistência no objetivo. É preciso ser semente, brotar, ser planta, ser folha, então florir e desabrochar!
Pra cima!
Não há teletransporte pra essas coisas, evoluir é algo lento, porque precisa de atenção, consciência, presença, precisa de aprendizado. Não é avião, é caminhada.
Movimento.
Movimento. É essa a ação a se tomar. não há evolução sem movimento.
Qualquer movimento, por menor que seja, já é movimento, já é “sair do lugar”, mudar o que era e se tornar algo novo.
Mova-se!
Trace seu objetivo até a montanha. Dê o primeiro passo. O que não pode é ficar parado, inerte, sem vida, esperando a montanha vir até você. Ela não virá. Não funciona assim: sentar e esperar. É preciso movimento!
Mova-se!
Se por ali não está dando certo. Mude.
Mude-se!
Lembra, você não nasceu planta, não nasceu pedra! Há pernas ai.
Mova-se!
Mudanças já são mudanças desde o primeiro passo, e daí o mais difícil já foi feito, agora é só continuar caminhando.
Vai! …Vamos!

Continue Reading

É preciso se sentir por inteiro

Ontem assisti uma palestra de uma psicóloga que admiro muito. Ela falava sobre apropriar-se do que é nosso, de tudo que sentimos sempre, olhar pra dentro e perceber o que nos pertence. Sendo isso bom ou ruim. Perceber nossos momentos de raiva, tristeza e mágoa, mesmo que muitas vezes não colocássemos pra fora, o sentimento estava ali, nos pertencia.

A ideia era que reservássemos momentos a sós para nos permitir sentir tudo que nos pertence e que muitas vezes negamos por acreditar que não deveriam estar ali.
Mas tudo que está nos pertence, e é digno que possamos sentir e escolher a melhor forma de lidar.
Negar não o faz sumir, não o faz mudar. Porque era aquilo que sentimos que gera nossa energia.
E para “eliminar” foco de problemas primeiro é preciso tomar consciência que ele existe e em quais momentos se manifesta.
Normalmente negamos aqueles sentimentos que consideramos errados, como raiva, tristeza, chateação, mas eles fazem parte da gente, negando isso negamos parte de nós mesmos, e não é possível evoluir partes que não reconhecemos, que não tomamos para si.

Novos exercícios, novas reflexões…se tornar melhor é verbo, é caminhar.
Não tem fim, tem IR.

Continue Reading

Como um rio

As vezes penso que as coisas podem ser bem mais simples do que imaginamos.
Nada de atrair o que quer que seja, de manifestar tantas coisas

– apenas deixar fluir.

Viver a vida como se fosse um rio. Devagar e sempre, e sempre em frente. Sem criar expectativa sobre a próxima curva, sem lamentar a bela paisagem que ficou para trás, sem se apegar a pedra nenhuma do caminho, sem se esquivar das quedas nas quais o rio se transforma em cachoeira.
Apenas um fluir carregado de contentamento pelo que vem a seguir.
O que será que o dia de hoje me reserva?
O que Deus colocou no meu caminho para que eu aprenda e evolua?
Qual milagre a vida vai me trazer hoje? ou sou eu que serei milagre na vida de alguém?

Apenas fluir…. sem resistencias, sem medos ou desejos.
Com amor e fé.

 

Pedras – Balneário Camboriú/SC – 2015
Continue Reading

Seja bom.

top

Em tempos difíceis onde que se vê são semblantes de medo e horror, é que o amor e a paz devem se mostrar escampadas em nossos corações e atitudes.

Não é na brisa calma, mas na abrupta tempestade que temos a oportunidade de mostrar tudo que aprendemos, todas as santas leituras e meditações que fizemos, os conselhos que ouvidos, as experiências que absorvemos…

São necessárias oportunidades para agir e exercer a fé e a plenitude. Mas toda manhã é uma nova oportunidade.

Seja Bom, faça o Bem.
Esse é o mantra de cada amanhecer.

Continue Reading