Ser Essência

180920161

Pra quem não sabe, ontem (dia 21) foi meu aniversário de 26 anos.
Amo fazer aniversário! Utilizo a data pra momento de reflexão, sobre o que passei até ali, sobre o que planejo dali pra frente. E de tempos para cá tenho desejado apenas estar cada vez mais presente naquilo que é essencia de mim, naquilo que me faz plena e tem meu amor.

Não podemos nos esquecer nunca de quem somos, negar nossos gostos, opiniões e essência só porque o resto do mundo não é assim ou não gostaria que fossemos. É muito, muito importante que nós possamos olhar no espelho e gostar do que vemos, sentir amor pelo nosso próprio reflexo.

Não há problema em querer ser mais, mas primeiro é preciso se reconhecer, gostar de si. Pois a gente, do jeitinho que somos, já somos o suficiente, já temos o suficiente para ser algo bom. Ser melhor, é dali pra frente. Mas é preciso partir dali, sabendo de onde se está partindo.

Não largue mão da beleza do seu Ser tentando ser o que os outros querem de você. E se o que você foi até agora tem sido uma versão não tão fiel de você mesmo, ainda há tempo de se libertar, de se descobrir, se enxergar como seu!
Todos nós temos angustias, medos, fraquezas, cicatrizes, somos feitos disso, de alegrias, de gostos, características próprias, personalidades diferentes e pensamentos individuais. Aproprie-se dos seus, aproprie-se do seu Ser, descubra sua essência e viva pleno.

Não se sinta responsável pelo que irão pensar de você, voce não é.  Você só é responsável pelo que é e quem quer se tornar. E isso leva tempo, demanda conhecimento de si e muito trabalho de evolução própria. Mas faça isso por você.

Quando eu coloquei isso na minha cabeça, de que poderia ser como sou, gostar do que gosto, fazer o que me faz feliz e gostar mais de mim, eu comecei a me sentir mais leve. Não sou muito diferente do resto do mundo, nada em especial, apenas me sentia um tanto inferior por não ser exatamente igual, principalmente ás pessoas da minha idade, minhas amigas e pessoas que via pelas ruas.

Meus ideais de felicidade nunca tiveram bebida e festas noturnas, era mais pra chás e manhãs ao sol. Percebe que não há problema nenhum em gostar de chá e manhãs ao sol? Mas na minha cabeça isso era estranho, porque todo mundo gostava de cerveja e noitada. E eles pareciam mais “adultos” bebendo e festejando, pareciam felizes e satisfeitos de acordar com ressaca. E eu… bom, eu prefiro chás e manhãs de sol … hahah…  sempre! E hoje eu faço e falo isso com muito leveza no coração. Me aceitei, me amei e vivo bem! Aceito quem vive diferente e não me importo se esse alguém me acha meio bocó por não beber ás sextas-feiras á noite. Aliás, sexta-feira nem é meu dia favorito, prefiro os domingos… de manhã,claro! 😉

Viver me comprometendo com a minha verdade, com a minha essência, me faz uma pessoa mais leve, plena e feliz. Fica muito mais fácil aceitar defeitos, diferenças e amar o próximo quando a gente ama a si mesmo. <3

Veja em mim a minha essência e permita que eu veja em ti a tua!

Continue Reading

Vejo flores em você

top

Já reparou nas pessoas que te cercam? As pessoas com quem você convive a maior parte dos dias, as que você vê com frequência ou ouve conselhos, aquelas nas quais você se inspira e admira?  Repara só o que elas têm em comum com você. Vocês não devem estar no mesmo bolinho por acaso, com o mundo tão grande do jeito que é… bom, pelo menos é isso que eu acredito, que as pessoas são espelhos umas das outras e a gente sai por ai se encontrando em outros olhos o tempo todo.
E não me refiro só as pessoas que gostamos, falo daquelas que a gente detesta também, que não suporta ter por perto, provavelmente aquilo que mais detestamos nelas é uma característica nossa que vive na nossa sombra, nós só não reparamos ainda.

Louco isso né? Mas vigie seus pensamentos e atitudes, te observa mais e depois me diz tua opinião.

Eu odiava mais, criticava mais e apontava mais o dedo pros defeitos dos outros antes de começar a olhar pra mim. Conforme vou me descobrindo, vejo que os outros são só espelhos, e o que vejo neles, há em mim.

“Quando Pedro me fala de Paulo, sei mais de Pedro que de Paulo”
Sigmund Freud

É vigiando o que penso, falo e faço que hoje descubro mais de mim. Quase sempre o que mais me irrita no outro é aquilo que eu também faço, e já notei outras características bem feínhas nos outros mas que essas não me tiram do sério, acho que porque não me pertence então não tomo esse incomodo pra mim. É estranho, mas faz muito sentido.

Repara só, o dia é maravilhoso quando acordo bem, agradeço, coloco um sorriso na cara e saio de casa feliz, assoviando e dando bom dia para todos que cruzam meu caminho. E todo mundo me retorna o bom dia, também felizes, uns mais outros menos, mas todos estão tendo um dia bom.
Porém, o dia se torna cansativo e pesado quando acordo mal, sem vontade, saio de cara fechada, não estou disposta a cumprimentar ninguém, e parece que tudo dá errado, que o mundo se uniu para me atormentar bem naquele dia, não é mesmo?
Mas será que era o mundo mesmo ou era eu cuspindo ódio pra cima e recebendo de volta minha própria infelicidade???

O Universo devolve pra gente o que oferecemos a ele.

Quem sabe aquela pessoa que a gente não gosta só precisa de um pouco de compreensão. Quem sabe se dissermos pra ela que ja sentimos a mesma coisa e hoje trabalhamos pra nos tornar melhores, ela também venha conosco, se sinta motivada… quem sabe o problema nua seja com ela, mas com a gente e que precisamos entender que o que odiamos nela odiamos em nós também, e então deixamos o ódio de lado pra dar lugar a empatia e o perdão. … empatia… deveríamos treinar mais ela, faz bem pra todo mundo.

A vida é efêmera e muito misteriosa para nos apegarmos a pequenas coisas, para nos odiarmos e “não nos suportarmos” por pequenos defeitos. Se julgarmos menos e nos conhecermos mais, quem sabe não podemos caminhar todos juntos, levando conosco todas as características que nos fazem ser quem somos. Porque não somos iguais, não mesmo, mas juntos formamos algo maior. E quando eu olho você, eu me vejo, e você se vê em mim, pois somos imagem e semelhança de um Ser único, um Único Verso de Luz.

Compartilhamos céu e terra, porque não compartilharmos também o amor?

Acho que depois de tantos anos entoando, o “Amar aos outros como a ti mesmo” nunca fez tanto sentido pra mim. Hoje eu realmente consigo compreender e me sinto exercendo algo perto disso.
Tenho me sentido tão plena em amor e paz que ás vezes me pego com culpa por estar se sentindo tão bem, bobagem né? hehe…
Mesmo não merecendo, eu agradeço tudo que tenho recebido em meu coração e todas as pessoas boas que tenho descoberto. O mundo parece estar se tornando um lugar lindo, ou então é apenas primavera dentro de mim e ando vendo flores por aí.  <3

Entrego, confio, aceito e agradeço a força divina que se manifesta em minha vida, no que sou, em tudo que faço, na construção de minha fé, no amor e respeito a todas as pessoas, no carinho que tenho ao meu planeta.

Continue Reading

O que o mundo espera de nós?

0aa855cb610a6776b5b0bcefd02c45dd

Há algumas semanas vi uma postagem de um amigo no facebook, era uma charge sobre “já está no tempo de você…” E então os quadrinhos ilustravam as fases da vida de um personagem: “já está no tempo de estudar, já está no tempo de você namorar, já está no tempo de arranjar um emprego, já está no tempo de comprar um carro, casar, ter filhos, fazer a barba, se vestir melhor, discutir política.. E assim vai…
Pois eu fiquei vaaaarios dias pensando sobre aquela charge. É tão real, a gente vai andando pela vida sem nem perceber que estamos seguindo uma receita de bolo do mundo. Sem nem saber se já estamos prontos o suficientes para tomar aquelas decisões, ou se nem queremos tomá-las. Não respeitamos nosso tempo nem nossos próprios gostos e opiniões, como podemos exigir que alguém respeite por nós?

Já está no tempo de você…. ESPERA!! como que alguém pode saber melhor do meu tempo do que eu mesma?! … Não pode.
Nossas opiniões, decisões e escolhas devem ser valorizadas. Somos nós os responsáveis por elas, por isso devem ser tomadas com consciência e querer, pois seremos nós que sofreremos suas consequências na vida.
Se não quero casar, ou quero, se decidi ser artista de rua ao invés de fazer faculdade, ou preferi cursar filosofia, se quero ter 3 filhos ou nenhum, se quero me tatuar, furar as orelhas ou deixar os pêlos crescerem, são decisões que somente EU devo tomar sobre minha vida, e o mundo não precisa entender, só precisa respeitar porque se sofrerei ou não com minhas escolhas, isso também é escolha minha.

Temos tempo pra tudo que tivermos vontade de fazer. Mas nós que sabemos sobre o nosso tempo.

Mundo, só espere o melhor de mim, mas me deixe livre para fazer o meu melhor. Não me prenda a seus limites, pois eu tenho os meus.

Continue Reading