Um mundo aqui dentro

captura-de-tela-2016-09-29-as-14-07-12

A Guerra acontece aqui dentro. A Paz também.

Não é meu normal acordar meio pra baixo, desanimada, de mal humor ou com vontade de nem sair da cama..  Mas as vezes isso acontece com todo mundo né?! Acho que é fruto dessa nossa vida louca e acelerada que consome toda nossa energia e nos sentimos sendo engolidos pelo mundo, cada dia mais, a gente olha pra um lado e só vê desgraça, olha pro outro e é treta também… começa a enlouquecer né?! hehe…

 

Esses dias acordei assim, meio desequilibrada emocionalmente, ainda acho que foi por conta de uma dor aguda e constante que estava sentindo na lombar, (impossível pensar direito quando se está sentindo dor constante),eu não sou uma pessoa que se expressa muito, e também não costumo exteriorizar dores, tento ser forte e manter a “doença” só comigo (é errado, eu sei, mas está aí algo com a qual preciso trabalhar e aprender mais), mas enfim, passei dois dias meio triste, desanimada, irritada e com humor instável. Quando tive um momento de stress alto no dia não aguentei e desabei em choro daqueles de soluçar. ô tristeza… fiquei mais triste ainda por ter perdido o controle.
Mas passou… a dor, a instabilidade, a “fase bad”. Se o pico de stress fosse hoje acredito que teria agido diferente. Isso me deixa um pouco mais tranquila, sei que naquele momento não era eu, era a soma de dor com um turbilhão de sentimentos e de emoções que não cuidei, não expressei, não pedi ajuda, então quando puderam, essas coisas todas explodiram.

captura-de-tela-2016-09-29-as-14-06-33

Você não se sente ás vezes preso no mundo? Tendo que seguir um circulo viciosos, no mesmo trabalho, obrigado a conviver com as mesmas companhias, saturado de fazer sempre as mesmas coisas, encurralado pela rotina? É triste viver assim, a vida vai ficando chata… insuportável, eu diria. A vontade de levantar da cama e o rendimento ao decorrer do dia só diminuem, e com o tempo você vira uma ameba zumbi, sem inspiração pra viver,só esperando o fim.  Ás vezes as dores são físicas, os machucados são visíveis, mas na esmagadora maioria das vezes são dores espirituais, são feridas na alma, são as somas das coisas que vamos absorvendo do mundo e esquecendo de filtrar, selecionar e organizar o que vai pra mente. Como dizem por ai: A mente, mente. Então tem que ficar de olho.

Se a coisa amanheceu meio turva é meu dever limpar essa nuvem negra! Se foi aqui dentro que essa vibe se criou é aqui mesmo que ela vai ser concertada! Já decidi que não levanto da cama sem antes organizar minha mente, elevar minha energia e repetir o mantra que aquele será o meu melhor dia.

captura-de-tela-2016-09-29-as-14-08-36Eu sei que o mundo não tá lá essas coisas de lindo! tem gente ruim fazendo hora extra, tem dor  e maldade pra tudo quanto é lado, se eu olho pra cá ta feio, se eu olho pra lá ta pior ainda, olhar pra onde então??….   pra dentro.  Se dentro estiver tudo lindo, florido, em ordem, vai ficar tudo bem. Demorei pra perceber que “meu mundo” era esse ai de dentro. Que quando faço o bem não é o mundo de fora que estou melhorando, é o de dentro. Cada sorriso, cada carinho, atenção e amor que planto aqui fora é uma flor que nasce no meu jardim interior (Li, essa é pra você). <3

O mundo mesmo não é fácil, mas a gente faz questão de complicar. Qualquer dor pode virar um trauma gigante na mente, ou um grande ensinamento. Nada é o que é. Tudo é o modo como a gente enxerga, e a forma como decidimos tratar as questões da vida determinam, na grande maioria das vezes, a nossa realidade.

É preciso estar atento aos pensamentos, aos acontecimentos, aos aprendizados.

captura-de-tela-2016-09-29-as-14-09-03

Depois que tudo passa e ao invés de trauma e depressão fica só lição, então a gente aprende que tem que ter fé e calma, e vigiar, vigiar sempre essa nossa mente louca! … O mundo nos bombardeia o tempo todo com todo tipo de informação, mas nem tudo é produtivo, é preciso filtrar pra manter a mente sã, a visão limpa e coração alegre.

Não se iluda, nada vai fazer sumir a maldade do mundo, a ideia é limpar a mente e as más energias de dentro da gente pra inspirar mais e mais pessoas a fazerem o mesmo. O mundo está aí mostrando coisas ruins o tempo todo, nos jogando bombas de tristezas e mazelas sem parar e vai ser assim sempre. O que fazer?…
Fecha os olhos, inspira e expira…
…Viu a flor nascer?? <3

A Guerra acontece aqui dentro. A Paz também.

 


As ilustrações cheias de personalidade deste post são do meu amigo Fabiano Milan.
Artista de sensibilidade singular e do tipo de pessoa que agradeço muito ter conhecido.

Continue Reading

Desafie-se!

9279165321cc1485c076e53b2e2fc096

Desafie-se.

Crie metas.

Seja seu próprio adversário.

Nada é mais estimulante do que encarar um desafio, definir uma meta, e saber que consegue atingi-la! Pequenas vitórias estimulam a prosseguir. Comece aos poucos, com metas pequenas e possíveis.
Beber mais água;
Alongar;
Começar a leitura daquele livro que está parado aí;

Coisas simples, rápidas de lembrar e realizar… Desafie-se e realize!… E conforme as metas vão sendo cumpridas, crie novas… Um pouquinho todos os dias, uma meta de cada vez…E a sua evolução vai acontecendo.
Não inicie com ideias enormes, difíceis e que exigem muito esforço, a chance de você se desmotivar e desistir no meio do caminho é muito alta. Comece pelo simples. Essa meta foi fácil d+?   Perfeito, já passa pra próxima! Mas que a dificuldade seja gradual, um degrau por vez.
É assim que mudamos as coisas: aos poucos. Criando hábitos, criando metas, alterando a distância da linha de chegada, pouco a pouco, passo-a-passo.

10302460_1718651141696699_1579011818932876033_n

 

Vamos lá, sair dessa zona de conforto?!!

A semana apenas começou, o mês tá no início, o ano ainda não acabou… Qualquer hora é hora de começar! Não deixa pra amanhã, não espera a segunda-feira, o sol, o Dia D.
O Dia D é hoje! é AGORA! Abre o App de notas do teu smartphone e escreve aí a tua primeira meta!!! Se tem uma coisa que aprendi no meu caminho até aqui é que eu sou meu maior inimigo e meu maior motivador. Sempre que uma ideia pessimista domina minha mente, eu me desafio a mostrar a mim mesma que estou errada. Porque quem sabe dos meus limites sou eu.

Te desafia a mostrar a si mesmo todos os dias que algo é possível, que você pode mudar sua vida incluindo pequenas metas, tornando real pequenos gestos.

Dentro da nossa mente quem dita os limites somos nós!!!
Acorda, bate aquela vitamina com fruta e corre pra vida…
Porque hoje é dia de desafio… todo dia é!

Abraços, Gi.

 

*As ilustras lindas deste Post são do @chuviscoderisco
Quem não conhece precisa conhecer. Siga nas redes!

Continue Reading

Plante.

a505060eedce6561818de1d164e8b158

Se existe algo pela qual sou apaixona nessa vida é por plantinhas.
Não só flores, plantas mesmo, até um manjericão roxo é lindo de mais e eu adoraria receber em um vaso, com papel de presente e um cartão! hehe <3

Aqui em casa o verde é maioria absoluta.
Possuo uma horta vertical na sacada, mais uns vasos que ficam por lá também, potinhos de flores, suculentas e bonsai que ficam espalhados na sala e no quarto.

img_8902
Quer me presentear sem erro?? me dá uma plantinha que eu fico feliz hehe…
Mas no vaso, plantada. Não gosto de buques, nunca gostei. Acho eles lindos, mas as flores já estão mortas, não vivem por muitos dias depois de tiradas de sua raiz, sinto que se elas pudessem, gritariam de dor até murcharem completamente. Dá um dó sacrificar as plantinhas por uma luxuria minha, então prefiro vasinho de flores, posso tê-los para a vida inteira e é magico ver a flor se transformar a cada nova estação. <3

Eu sei que planta não ouve, não fala, não chora e nem grita. Mas quem já colocou uma semente na terra e a cultivou com carinho até que se tornasse uma planta vistosa e bonita sabe que elas se comunicam, que elas sentem, e que, acima de tudo, elas compartilham energias conosco.

As minhas plantinhas são fonte de sensibilidade e sabedoria. Ás vezes, quando estou meio pra baixo sinto que elas me motivam, me escutam e me aconselham sempre a ser leve, e a ter calma.

Já ouvi uma vez alguém dizer que planta não serve pra nada a não ser atrair insetos pra dentro de casa. Bem, espero mesmo que essa pessoa tenha uma plantinha em casa, ajudando na qualidade do ar que ela respira e no equilíbrio de boas energias pra dentro do lar. E os insetos?  eu acho encantador ver uma abelha fazendo a polinização – levando pólen de uma flor a outra, ajudando a criar semente e frutos. A natureza é mesmo linda e cada um tem seu papel nesse eco-sistema. O meu é plantar as florzinhas para que as abelhas possam vir …hehe…

Além de abelhas, ás vezes aqui em casa recebo visitas de pássaros, beija-flores e borboletas lindas… são todos bem-vindos. Quando vou comprar novas sementes sempre dou preferencia pelas flores que os atraem, porque vida é vida e tem amor pra todos nós nesse mundinho.

Mas não planto só flores, na verdade flores são minoria nos meus vasos. Na hortinha vertical tenho tempero verde, pimenta malagueta, beterraba, hortelã, manjericão, erva cidreira, alecrim e mais algumas ervas que ainda são sementes brotando.
Mas em geral o tempero das minhas refeições e as ervinhas utilizadas nos meus chás saem da minha própria horta orgânica, isso realmente é muito gostoso de sentir.

Eu indico. Plante! cultive!
Não há nada mais realizador do que cultivar o próprio alimento, ver as sementes se transformarem, ver crescer com saúde uma plantinha que voce cuidou com todo carinho. Eu sou muito ligada em energias das coisas, e acredito de todo coração que se nutrir com a energia daquilo que você mesmo cultivou faz com que o organismo transborde amor, fique sadio e forte.

Eu amo minhas plantinhas e quando faço um chá com uma folha da minha horta fico me sentindo toda espiritualizada e plena porque sei que tem muito amor naquelas folhinhas, e sinto aquilo em mim.

Ah.. essa é outra coisa que amo muito na vida: CHÁ.
mas vou deixar pra falar desse abraço em forma de água quente em outro post. hehe…

Bom, era isso, espero que tenham gostado de ver e saber sobre minhas plantinhas tanto quanto eu gosto de tê-las aqui. Se você ainda não tem um vasinho com qualquer coisa plantado em casa, aconselho que providencie um, nem que seja um cactos. Faz um bem danado pra alma ter uma plantinha por perto, além de decorar e harmonizar o ambiente, né!? E se você já tem plantinhas em casa e “pira no verde” assim como eu, me conta aí o que você tem plantado, quem sabe podemos trocar uma ideia e melhorarmos nossa prática de jardinagem. 😉

Abraços, Gi.

Continue Reading

Manhãs de domingo

DSC_0219

Olá pessoal!
Olha eu aqui novamente! .. .estou me mantendo ativa neste espaço e isso é algo que me orgulho muito pois já havia começado coisas parecidas umas três vezes e abandonei logo no inicio, um pouco por falta de vontade na época, mas muuuito era por falta de disciplina. Agora eu me destino a escrever um pouquinho por dia (ou a cada dois dias) e tento completar algo para postar por semana.
Um Muito Obrigada de todo coração a você que me lê, espero que seja uma leitura confortável, afinal de contas, estamos na era YouTube onde LER não é mais tão interessante pra muita gente.

Pois bem… cá estou e quero compartilhar com vocês minha atividade preferida do fim de semana:
Brincar na praia com o cachorro!!

Pra quem não sabe, eu moro em apartamento e tenho um cãozinho filhote com a energia de um time de corredores olímpicos! hahah… Então todo fim de semana levamos ele pra torrar essa energia brincando na praia, ele corre comigo na areia, busca gravetos, cava crateras na areia, se molha no mar e volta realizado pra casa. Um amor de ver.

001Como ele é um pouco anti-social (late pra outros cachorros, quer correr atras de outras pessoas, é escandaloso demais), optamos sempre por levar ele em uma praia menos frequentada pelo pessoal da região, e no domingo pela manhã, porque ninguém acorda cedo no domingo, só nós e a galera que assiste globo rural (mas estes estão em casa assistindo globo rural hehe).

Por algumas horinhas a praia fica sendo toda nossa. Uma delicia!
Corremos de um lado pra outro, e eu que não sou boba nem nada aproveito esse momento “free spirit” para brincar na areia também. Fazer piruetas na areia é muito bom, se a gente cai não se machuca, aliás, é ótimo cair na areia, é nostálgico! A gente volta a ser criança. Eu sempre saio de lá descabelada, suada, com areia do dedão do pé até o último fio de cabelo, com uma sede violenta porque uma garrafinha de água só não basta, com calor, com as pernas moles e com a energia renovada! Parece que rejuvenesci  uns 5 anos na brincadeira e chego em casa com uma disposição ímpar! É ótimo!

Brincar é bom, correr livre, gargalhar alto, cair de bunda no chão, desenhar na areia, apostar corrida, fugir das ondinhas…  brincar é bom, é ótimo, é fonte de juventude pra mente e pro espírito!
Não dá pra levar a vida sempre sério, com cara de empresário ocupado só para parecer mais confiável, se fazer de gente grande que só se diverte em festa adulta que tenha álcool e luzes neon.

Ter uma criança ou um bichinho por perto ajuda muito a não esquecer da simplicidade que é brincar e rir por pouco. Super recomendo! Esses espuletinhas fazem a vida mais feliz!

Acho que o segredo da felicidade está em se enturmar com a vida, não deixar nossa criança interior morrer.  Se divertir com as piadas bobas, rir dos próprios erros, tirar sarro com os enganos e tropeços que cometemos pelo caminho, tá tudo na conta do Ser Feliz.

Precisamos deixar o riso mais frouxo, a vida mais leve, o espirito mais convidativo á dança, aos abraços grátis, ás piruetas  e aos tombos também.

Vem …  vira estrelinha, dá uma cambota …   deixa essa criança brincar… <3

 

Continue Reading