Quem não quero Ser

top
Eu não quero ser um cara normal vestido de terno e sapato apertado, com hora marcada pra tudo menos pra relaxar;

Eu não quero ser um cara normal que começa a semana aguardando pelo fim, que afoga as frustrações no copo de cerveja, que frequenta lugares de som alto pra abafar os gritos da própria consciência.

Eu não quero ser um cara normal preocupado com a inflação, Crise e o preço da gasolina. Que reclama da segunda e glorifica a sexta, que considera domingo com a família um porre.

Eu não quero ser um cara normal que faz dieta pra emagrecer e cirurgia pra parecer mais novo. Que acha absurdo moleques pedindo esmola no sinal, mas todo mês faz compras em algum outlet famosinho.

Eu não quero ser um cara normal, julgando a estética, ignorando a semântica. Colecionando amores que não deram certo. Apostando em relações frias e distantes.

Eu não quero ser um cara normal com muitos amigos e poucos irmãos. Com muitas mãos para segurar os copos mas poucos ombros pra suportar um choro.

Não quero ser normal…

Eu quero ser um cara diferente disso tudo. Quero sorrisos sinceros, quero amigos sinceros, quero acordar e agradecer, quero me divertir sóbrio, me alegrar na segunda-feira e viver um dia de cada vez, uma alegria de cada vez, sem pressa, sem correr atrás do sucesso e do dinheiro, sem perder tempo com o stress. Quero andar lado a lado com a vida, fechar os olhos quando a brisa soprar, abrir os braços quando avistar o horizonte, silenciar quando a lua tocar o mar.

Quero ser feliz, e por isso não posso ser normal.
Pessoas normais se ocupam em correr contra o tempo, juntando conquistas que irão viver um dia. eu só quero andar de mãos dadas com a vida, conquista-lá a cada passo, ter o tempo como aliado, degustando cada segundo em que posso ser feliz.

Eu realmente não quero ser um cara normal.

Talvez você curta ver isso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *