CERTEZAS SÃO PONTOS FINAIS

entreondas

E quem disse que preciso de certezas?

Que as coisas não podem ser como são e pronto,  sem mimimi, sem “provas”.
Simplesmente seguir…. Com dúvidas, com questões, com surpresas!
Sentindo e aprendendo cada dia mais, sem findar os momentos e experiências. Sem se culpar por ainda não saber, ou ter dúvidas.

Quando nos faltam certezas, sobra o movimento da ida, a curiosidade necessária para o aprendizado.
Certezas nos fecham os olhos, ouvidos e coração. Nos tornam faróis que direcionam outros com opiniões e ideias já concretas, mas nunca é visitado por outros barcos, nunca conheceu outros povos, outras histórias de mares. Serei Porto, com ideias e opiniões á oferecer, mas aberta a ouvir e aceitar as novas formas de pensar que vierem.

Tenho certezas na vida, mas não aposto que minhas certezas sejam únicas e verdadeiras.
Escolho sempre como e por onde andar, mas não esqueço de a cada curva, olhar para trás e para frente e se certificar que o caminho que escolhi ainda continua sendo o certo,  desperto minhas dúvidas a cada nova esquina.

E se eu decidi continuar seguindo, saberei que escolhi pela fé no caminhar, e não pela certeza ilusória do destino.
Ninguém sabe ao certo o que há no fim, o agora é tudo que temos, vivo nele e o que vier que venha pra somar mais dúvidas e indagações, pois são elas que me fazem pensar,  seguir em frente e descobrir o que vem adiante.

Certezas são pontos finais, e eu…
…eu sou reticências, desejo o infinito…

Talvez você curta ver isso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *